Procedimento é terapêutico seguro e eficaz , feito dentro da clí­nica médica, pode trazer esperança


Os últimos dados divulgados pelo IBGE acerca da prevalência da depressão no Brasil são alarmantes: cerca de 11 milhões de brasileiros tem depressão Estes resultados foram divulgados no final de 2014 e fizeram parte da Pesquisa Nacional de Saúde, feita pelo Ministério da Saúde. É a primeira vez que o levantamento é feito, e foram baseados em casos declarados, portanto o índice pode ser muito maior. Novas abordagens para para o tratamento da depressão são bem vindas e uma nova técnica já está disponível em mais de uma centena de clínicas no Brasil se trata da Estimulação Magnética Transcraniana. Este procedimento é muito bem recebido pelos pacientes. Entenda o motivo da ampla aceitação:

A EMTr ou rTMS- Transcranial brain stimulation é uma das técnicas chamadas de neuromodulação. A EMTr é capaz de gerar mudanças controladas em regiões específicas do cérebro de acordo com o objetivo terapêutico. Esta técnica é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina como cientificamente comprovada como eficaz, em resolução publicada em final de 2012 .

Mecanismo de ação da Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva:

A aplicação de pulsos de EMT repetitivos é capaz de induzir de maneira rítmica e sincronizada, potenciais de ação em uma população de algumas centenas de milhares de neurônios corticais sob a zona de foco da bobina.

Então, sabendo da atividade elétrica dos neurônios - ou rede neural - que possui uma frequência padrão ou seja, um padrão de propagação destes potenciais.

Se aplicarmos um impulso elétrico com frequência maior provoca-se a estimulação. Por outro lado, aplicando uma frequência menor, ocorre a inibição. Sabe-se que pulsos aplicados em alta frequência (5, 10 ou 20Hz) induzem reforço sináptico e aumento de atividade.

Pulsos aplicados com frequencia baixa, de 1 Hz, levam a redução de atividade sinaptica.

Existe abundante evidência desse efeito em estudos neurofisiológicos e de imagem fincional.

Como é o tratamento?

O tratamento com EMTr pode ser feito em uma clínica médica. O paciente não necessita nenhum preparo antecipado. Durante a aplicação o paciente fica consciente, confortavelmente sentado em uma poltrona reclinável recebendo estímulos. Uma sessão típica dura de 20 até 30 minutos. O tratamento consiste em uma série de sessões. O número de sessões é determinado pelo médico que avalia cada caso e as suas aplicações devem sempre ser supervisionadas por ele.

Qual motivo da grande aceitação pelo público e quais vantagens reais da técnica?

  • Não há efeitos colaterais comuns a maioria dos antidepressivos.

  • A melhora tende a ser mais rápida que os antidepressivos.

  • Não há ganho de peso ou perda da libido.

  • Não há tonturas ou enjôos.

  • A regulamentação no Brasil permite o uso como monoterapia adjuvante ou coadjuvante aos antidepressivos

  • Os efeitos colaterais são praticamente nulos. Pode ocorrer " dor de cabeça transitória " no início do tratamento e leve sonolência.

As contra-idicações são pouquíssimas: não pode fazer o procedimento apenas portadores de componentes metálicos intra-craniano ou marca-passo e deve ser aplicado com cuidado em portadores de epilepsia.

Outras indicações com ótimo resultados:

Mal de Parkinson

Dor crônica

Transtorno Obsessivo Compulsivo

Tinitus

Tratamento de dependência química e outras compulsões

Reabilitação pós AVC

Síndrome de Tourette

Autismo

Mais informações sobre este e outros procedimentos e equipamentos em Psiquiatria bem como locais para tratamento você encontra no site da " Casa da Psiquiatria"

Tricia Vicente

Neuropsicóloga

Entre em contato via email : contato@casadapsiquiatria.com.br

#EstimulaçãoMagnéticaTranscranianarepetitiva #pulsosdeEMT #neuromodulação #EMTrourTMSTranscranialbrainstimulation #comoresolverDorcrônica #comoresolverTranstornoObsessivoCompulsivo #ComotratarTinitus #ComotratarTratamentodedependênciaquímicaeou #ReabilitaçãopósAVC #ComotratarSíndromedeTourette #Autismoeaterapiamegnética

Atendimento Kandel equipamentos